Francisco denuncia 'matadores das drogas' em Medellin

Medellín, Colômbia, 9 Set 2017 (AFP) - O papa Francisco deplorou neste sábado as vidas destruídas pelos "matadores das drogas", durante um discurso para religiosos em Medellin, outrora capital do narcotráfico na Colômbia.

Juventude inquieta "tantas vezes enganada, destruída pelos matadores das drogas. Medellin me traz esta recordação", declarou o papa em seu encontro com cerca de 12 mil religiosos na arena La Macarena, onde em fevereiro de 1991 uma bomba instalada por ordem do narcotraficante Pablo Escobar deixou dezenas de mortos e feridos.

"Os convido a recordar, a acompanhar este cortejo de luto, a pedir perdão para os que destruíram as ilusões dos jovens (...), a pedir que acabe esta derrota da humanidade jovem".

Medellin está inevitavelmente associada a Pablo Escobar, que nos anos 80 e 90 provocou a pior escalada terrorista já vista na Colômbia em seu confronto com o Estado.

Centenas de pessoas morreram nos ataques ordenados por Escobar, liquidado em dezembro de 1993 após uma feroz caçada policial.

kv-vel/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos