Irma segue para a Flórida depois de afetar Cuba

Miami, 10 Set 2017 (AFP) - O grande furacão Irma seguia neste domingo em direção à Flórida, onde 6,3 milhões de pessoas receberam ordem para abandonar suas casas, depois de provocar inundações na região norte de Cuba e de deixar 25 mortos no Caribe.

No boletim de 2H00 GMT (23H00 de Brasília, sábado), o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos informou que o Irma subiu para categoria 4 e prosseguia em seu avanço para o sul da Flórida.

O fenômeno estava a 115 quilômetros de Key West (Flórida), com ventos que podem alcançar até 210 quilômetros por hora. O furacão ameaça a região das Keys, na Flórida, assim como as províncias cubanas de Ciego de Ávila, Sancti Spíritus, Villa Clara, Matanzas e Havana.

"Se espera que o centro de Irma se movimente através do sul dos Keys da Flórida durante as próximas horas e depois nas proximidades ou ao longo da costa oeste da Flórida", indicou o NHC.

Cuba, que foi atingido pelo Irma na sexta-feira, registrava fortes inundações no litoral noroeste, de Matanzas a Havana, "com ondas de entre 6 e 9 metros", informou o Instituto de Meteorologia cubano.

bur-spc/pc/ra

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos