Síria: 34 civis mortos em bombardeios russos perto de Deir Ezzor

Beirute, 10 Set 2017 (AFP) - Ao menos 34 civis morreram neste domingo em bombardeios aéreos perto de Deir Ezzor na Síria, onde o exército luta contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI), anunciou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), que atribuiu o ataque à Rússia, aliada do regime.

Os bombardeios atingiram uma balsa que liga as duas margens do Eufrates, na localidade de Al Bulil, ao sudeste da cidade de Deir Ezzor (leste).

"O balanço pode aumentar, pela presença de dezenas de feridos e pelos desaparecidos", afirmou Rami Abdel Rahman, diretor da ONG, antes de informar que as balsas transportavam "civis que fugiam da morte e de bombardeios aéreos intensos" na margem oeste do rio.

As forças do regime, apoiadas pela aviação russa, tentam expulsar os jihadistas do EI da cidade de Deir Ezzor, enquanto os combates prosseguem no sudoeste da cidade, segundo o OSDH.

No sábado, o exército rompeu o cerco imposto pela organização extremista há quase três anos a um aeroporto militar da periferia sul da cidade.

Além disso, neste domingo conseguiram reconquistar o monte Thurda, ao oeste do aeroporto, e uma zona montanhosa adjacente próxima de Deir Ezzor, segundo o OSDH.

O avanço permitirá ao regime garantir uma segurança melhor do aeroporto, mas também atacar com sua artilharia os bairros que continuam sob controle do EI no sul de Deir Ezzor, segundo o OSDH.

rh/tgg/pa-jvb/age/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos