Aliança apoiada pelos EUA quer administração civil em província síria

Beirute, 11 Set 2017 (AFP) - Autoridades tribais, aliadas a combatentes apoiados pelos Estados Unidos, anunciaram nesta segunda-feira (11) sua intenção de criar, em breve, um conselho civil encarregado de administrar a cidade síria de Deir Ezzor, após a expulsão do grupo Estado Islâmico (EI).

"Tomamos a iniciativa, enquanto lideranças e figuras tribais, de convocar a criação de um comitê preparatório para discutir as bases do conselho civil de Deir Ezzor", informa a nota publicada no site das Forças Democráticas Sírias (FDS).

De acordo com a nota dessa aliança de combatentes curdos e árabes apoiada por Washington, conversas com outras tribos e com outros atores locais estão em andamento para estabelecer "uma formulação final que traduza as aspirações de toda população de Deir Ezzor".

Rica em petróleo e fronteiriça com o Iraque, a província de Deir Ezzor é, atualmente, cenário de duas ofensivas distintas, que tentam recuperar os territórios controlados pelos extremistas no leste da Síria.

Apoiadas pela Aviação russa, as forças do governo conseguiram romper, na semana passada, o cerco imposto há três anos pelo EI a dois encraves do governo na cidade de Deir Ezzor.

No sábado (9), as FDS lançaram uma ofensiva para expulsar o EI dos territórios da margem leste do rio Eufrates, que cruza em diagonal a província de Deir Ezzor. O efetivo não entrou, porém, na localidade de Deir Ezzor.

mjg-tgg/hj/acc/es/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos