Ataque contra forças de segurança egípcias deixa 18 mortos

Cairo, 11 Set 2017 (AFP) - Ao menos 18 pessoas morreram nesta segunda-feira (11) em um ataque contra um comboio das forças de segurança no norte do Sinai egípcio reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI).

"Oito soldados egípcios morreram, e quatro veículos blindados foram destruídos", indicou a organização extremista por meio de sua agência de propaganda Amaq, enquanto fontes médicas e da segurança informaram um balanço de 18 mortos.

Segundo o Ministério egípcio do Interior, que fala em vários mortos sem mais detalhes, um veículo explodiu na passagem de um comboio das forças de segurança na cidade de Bir al-Abed, no norte da península do Sinai.

O ataque ocorreu na estrada entre Al-Qantara e Al-Arich, quando as forças de segurança faziam uma varredura na área. Um veículo então entrou no comboio antes de explodir, relata o Ministério.

Atiradores também abriram fogo, deixando mortos e feridos.

Desde a destituição pelo Exército do presidente islamita Mohamed Mursi em 2013, as forças de segurança egípcias combatem no Sinai um grupo extremista que jurou lealdade ao EI.

O grupo é responsável pela morte de centenas de soldados e policiais.

bur-aem/gk/bpe/mr/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos