ONU: 313.000 rohingyas fugiram para Bangladesh desde 25 de agosto

Cox's Bazar, Bangladesh, 11 Set 2017 (AFP) - O número de muçulmanos rohingyas que se refugiaram em Bangladesh para fugir da violência em Mianmar superou a barreira de 300.000 em pouco mais de duas semanas, anunciou a ONU.

"Calculamos em 313.000 o número de rohingyas que entraram em Bangladesh desde 25 de agosto", afirmou à AFP Joseph Tripura, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

Os rohingyas, tratados como estrangeiros em Mianmar, país onde mais de 90% da população se declara budista, são considerados apátridas, apesar da presença de algumas famílias há várias gerações no país.

Os ataques violentos dos rebeldes rohingyas contra postos policiais no fim de agosto provocaram uma nova onda de repressão do exército birmanês, que resultou na fuga de centenas de milhares de pessoas.

bur-dth/lch/acc/es/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos