Chefe da ONU pede que Mianmar suspenda operações contra rohingyas

Nações Unidas, Estados Unidos, 13 Set 2017 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, pediu nesta quarta-feira que Mianmar suspenda suas operações militares contra a minoria rohingya, que já provocaram a fuga de 400.000 para o Bangladesh.

"Faço um apelo às autoridades de Mianmar para que suspendam as atividades militares e a violência, e que respeitem a lei", declarou Guterres, durante uma coletiva de imprensa.

Quando perguntado por um jornalista se a atual crise seria uma limpeza étnica, Guterres respondeu: "quando um terço da população rohingya deve fugir do país, vocês acham que podem encontrar uma palavra melhor para descrever" a situação?!.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos