Eurocâmara pede sanções para violadores de DH na Venezuela

Estrasburgo, França, 13 Set 2017 (AFP) - A Eurocâmara aprovou nesta quarta-feira por ampla maioria uma resolução que pede à União Europeia estudar a imposição de sanções contra responsáveis pelas "graves violações dos direitos humanos na Venezuela".

Por 526 votos a favor, 96 contra e 59 abstenções, a Eurocâmara pediu à chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, e ao Conselho Europeu, que representa os 28 países do bloco, que as sanções incluam "os membros da Assembleia Constituinte" venezuelana, não reconhecida pela, pelos Estados Unidos e por nenhum país da região.

A nova resolução da Eurocâmara, depois da aprovação de outra, em abril, condenando a "brutal repressão" no país, aumenta a pressão sobre a diplomacia europeia para que proponha sanções, tal como solicita há meses o presidente da câmara, Antonio Tajani.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos