OCDE critica projeto europeu de taxar gigantes digitais

Paris, 13 Set 2017 (AFP) - A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) criticou nesta quarta-feira um projeto de vários países europeus para taxar os gigantes da internet pois essa seria apenas "uma solução temporária".

França, Alemanha, Itália e Espanha apresentaram, na semana passada, um projeto para conseguir que as grandes empresas digitais paguem mais impostos que atualmente por suas atividades na Europa.

Muitos países europeus denunciam o fato de que companhias como Amazon, Apple, Facebook e Google fogem de pagar impostos instalando-se em países da União Europeia onde são menos taxadas, como a Irlanda.

Os impactos às empresas são calculados sobre os lucros, mas o projeto europeu explora a possibilidade de taxar o faturamento.

"Um imposto sobre o faturamento seria apenas uma solução temporária", garantiu nesta quarta-feira Pascal Saint-Amands, diretor do centro de política e administração fiscal da OCDE durante uma audição no Parlamento francês, garantindo que, de forma geral, "os impostos sobre o faturamento são uma besteira".

Segundo ele, esse tipo de imposto pode recair em empresas que têm grande receita, mas não têm lucros, como é o caso da Netflix, que atualmente registra prejuízo.

arz/rl/spm/pc/mb/ll/mvv

Facebook

NETFLIX

AMAZON.COM

APPLE INC.

GOOGLE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos