Trump firma resolução que condena supremacistas brancos

Washington, 15 Set 2017 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, firmou nesta quinta-feira uma resolução do Congresso que condena os supremacistas brancos e outros grupos de ódio, informou a Casa Branca, após uma manobra dos legisladores que lhe deixou poucas opções além de apoiar o texto.

Trump firmou a resolução que rejeita "os nacionalistas brancos, os supremacistas brancos, a Ku Klux Klan, neonazistas e outros grupos de ódio", após sua aprovação na terça-feira pelo Congresso.

Em comunicado, Trump disse estar contente com o fato de firmar a resolução, acrescentando que "como americanos condenamos a recente violência em Charlottesville (Virgínia) e nos opomos ao ódio, à intolerância e ao racismo em todas as suas formas".

A unanimidade com que o texto foi aprovado tornou impossível qualquer tentativa de veto presidencial.

Os legisladores da Virgínia destacaram que o Congresso falou com uma "voz unificada" para condenar, de maneira inequívoca, os acontecimentos de agosto, quando uma manifestação convocada por extremistas de direita terminou em violência e uma contramanifestante morreu atropelada por um carro dirigido por um suposto supremacista branco em Charlottesville.

Trump foi muito criticado após declarar que "os dois lados" tinham responsabilidade na violência em Charlottesville, o que abalou sua popularidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos