Londres deseja novo tratado de segurança com a UE pós-Brexit

Londres, 17 Set 2017 (AFP) - O governo britânico afirmou, neste domingo (17), que deseja selar um novo tratado de segurança com a União Europeia para continuar a cooperação na luta contra a criminalidade e o terrorismo após o Brexit.

"Um tratado proporcionaria uma base jurídica para dar prosseguimento a cooperação policial, de segurança e penal após a nossa partida da UE", explicou o Executivo em um comunicado emitido antes da publicação, na segunda-feira, de um documento sobre o tema.

Um tratado impedirá o surgimento de "lacunas operacionais" após o Brexit, previsto para março de 2019, acrescentou.

O documento de trabalho, que será adicionado aos outros sobre a futura relação aduaneira com a UE, a fronteira norte-irlandesa ou a cooperação em matéria de defesa, especificará a posição do Reino Unido sobre sua permanência ou não na Europol, a agência que colabora com os países da UE na luta contra a criminalidade internacional e o terrorismo.

"Uma cooperação internacional eficaz é absolutamente crucial, tanto para o Reino Unido como para a União Europeia, se quisermos manter nossos cidadãos seguros e levar os criminosos à justiça", declarou David Davis, ministro responsável pelo Brexit.

"Já aprofundamos a nossa colaboração com a UE em matéria de segurança e é do nosso interesse mútuo encontrar formas de melhorá-la", acrescentou.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, planeja pronunciar seu próximo discurso sobre o Brexit em 22 de setembro, em Florença, na Itália, três dias antes da quarta rodada de negociações com Bruxelas sobre o divórcio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos