Turquia convoca embaixador da Alemanha após protesto curdo em Colônia

Ancara, 16 Set 2017 (AFP) - A Turquia convocou neste sábado o embaixador alemão após uma manifestação organizada por ativistas curdos em Colônia, informou o ministério turco das Relações Exteriores.

"Condenamos a autorização dada à organização de um evento por membros do grupo terrorista PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) e sua propaganda de terror hoje em Colônia", no oeste de Alemanha, informou o ministério em comunicado.

"Expressamos nossa forte reação ao embaixador alemão em Ancara", acrescentou.

O ministério criticou as autoridades alemãs por permitir, segundo ele, que cartazes do líder do PKK, Abdullah Ocalan, fossem exibidos e que mensagens de Ocalan fossem lidas durante a manifestação.

As relações entre Berlim e Ancara não pararam de se deteriorar, especialmente desde a tentativa de golpe em julho de 2016 na Turquia e as críticas alemães dos expurgos que se seguiram.

O PKK lidera uma insurgência separatista desde 1984 no sudoeste de maioria curda da Turquia, um conflito que custou a vida de mais de 40 mil pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos