AI critica posição de Suu Kyi na crise dos rohingyas

Bangcoc, 19 Set 2017 (AFP) - A organização Anistia Internacional (AI) criticou a líder birmanesa por sua atitude a respeito da repressão dos rohingyas e a acusou de praticar "a política do avestruz".

"Existem provas esmagadoras de que as forças de segurança realizam uma campanha de limpeza étnica" contra os rohingyas, afirmou a AI.

A organização lamentou o fato de a vencedora do Prêmio Nobel da Paz não ter denunciado nesta terça-feira em seu discurso o papel do exército na violência que provocou a fuga de 410.000 rohingyas para Bangladesh desde o fim de agosto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos