Polícia acaba com acampamento irregular de migrantes no norte da França

Grande-Synthe, França, 19 Set 2017 (AFP) - Um acampamento improvisado na localidade de Grande-Synthe, norte da França, onde vivem centenas de migrantes, estava sendo esvaziado nesta terça-feira pelas forças de segurança.

O Escritório Francês de Imigração e Integração (OFII) informou que foram criadas "mais de 400 vagas em centros de recepção e de orientação como refúgio".

"Havia entre 350 e 400 (migrantes) em Grande-Synthe", afirmou o prefeito da cidade, Damien Carême, na segunda-feira à AFP.

"A situação climática piora, na última contagem havia 56 crianças, quase 40 mulheres. Não vou deixar que a situação dure mais tempo", disse.

No início de 2016, Carême abriu em Grande-Synthe, com a ajuda da organização Médicos Sem Fronteiras, um acampamento dentro das normas internacionais, para o qual foram transferidos centenas de migrantes que moravam em condições miseráveis. Mas o acampamento foi destruído por um incêndio em abril.

Outro grande acampamento improvisado, chamado de "Selva", que ficava em Calais, a 30 km de Grande-Synthe, foi desmantelado no fim de 2016 pelas autoridades francesas, que desejam evitar a todo custo um ponto de assentamento. Mas isso não evitou que os migrantes continuem suas viagens até a região com a esperança de chegar à Inglaterra cruzando o Canal da Mancha.

cor-bap-cg/tma/dab/jvb.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos