PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Chanceler japonês pede que países cortem laços com Coreia do Norte

21/09/2017 22h25

Nova York, 22 Set 2017 (AFP) - O ministro japonês das Relações Exteriores, Taro Kono, convocou nesta quinta-feira os países membros da ONU a cortar os laços com a Coreia do Norte, como parte da pressão para deter os programas nuclear e de mísseis de Pyongyang.

Horas após os Estados Unidos anunciarem as mais duras sanções contra a Coreia do Norte, Kono disse que mais de 160 países mantêm relações diplomáticas com o regime de Kim Jong-Un.

"Temos que instar estes países a cortar relações diplomáticas e econômicas com a Coreia do Norte", disse Kono em um discurso na Universidade de Columbia, por ocasião da Assembleia Geral das Nações Unidas.

O chanceler japonês avaliou que a Coreia do Norte perderia 90% de sua renda com exportações se todos os países adotassem as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Internacional