Fotógrafos organizam arrecadação para colega ferido em terremoto no México

México, 29 Set 2017 (AFP) - Fotógrafos do México e dos Estados Unidos estão preparando uma venda de obras doadas em benefício de seu reconhecido colega americano Wesley Bocxe, que sofreu ferimento graves e perdeu a esposa no terremoto de 19 de setembro passado.

A carreira de Bocxe começou em Lima, Peru, na agência United Press International, e se consolidou quando ele cobriu, para a agência Reuters, outro terremoto no México, ocorrido também em 19 de setembro, mas de 1985, que deixou mais de 10.000 mortos. Também fez uma cobertura notável da América Central para diversos meios de comunicação.

"Convida-se todos os fotógrafos residentes no México e no exterior a participar, com uma obra fotográfica de sua autoria, do leilão denominado FotoPorWesley", diz a convocatória difundida por redes sociais.

Bocxe, que hoje se dedica principalmente à venda de bolsas e acessórios especiais para equipamento fotográfico, morava em um apartamento do bairro Condesa que desabou quando ele e sua esposa, Elizabeth Esguerra, também fotógrafa, tentavam chegar ao terraço do edifício, segundo contou a colegas.

Os socorristas encontraram Bocxe entre os escombros com fraturas nos braços, pernas, costelas, um pulmão colapsado e ferimentos no rosto. Sua esposa foi encontrada morta.

O leilão será realizado em 17 de outubro no centro da Cidade do México.

A filha do casal, de cinco anos, ficou ilesa, porque estava na escola no momento do tremor de 7,1 graus de magnitude, que deixou ao menos 355 mortos, principalmente na capital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos