Começa julgamento de líbio acusado de atacar missão dos EUA em Benghazi

Washington, 1 Out 2017 (AFP) - Começa nesta segunda-feira (2), em Washington, o julgamento do líbio Ahmed Abu Khattala, acusado de liderar o ataque de 11 de setembro de 2012 contra a missão diplomática dos Estados Unidos em Benghazi.

Capturado há três anos, Khattala é acusado de assassinato e de apoio ao terrorismo, entre outras acusações.

Abu Khattala era o comandante da milícia islamista Asnar Al-Sharia em Benghazi, que lançou o ataque contra a representação americana nessa cidade do leste da Líbia.

De acordo com a acusação, Khattala liderou um grupo de cerca de 20 homens no ataque, provocando incêndios em prédios do complexo diplomático, incluindo aquele onde estava o embaixador Christopher Stevens e um outro funcionário. Ambos morreram.

O ataque causou comoção nos EUA e se transformou em uma amarga disputa política, com os republicanos responsabilizando a então secretária de Estado, Hillary Clinton, pelo ocorrido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos