Líder do ELN é abatido antes do início da trégua na Colômbia

Bogotá, 1 Out 2017 (AFP) - Pouco antes de começar o primeiro cessar-fogo bilateral com o Exército de Libertação Nacional (ELN), agentes das Forças Especiais mataram um comandante dessa guerrilha, no sábado (30), no nordeste da Colômbia - anunciou o Exército.

Identificado como "Carro Loco" e há 20 anos no grupo rebelde, este homem estava ligado à morte de 11 militares e ao sequestro de outro em 2013.

O chefe da frente "José David Suárez" do ELN morreu em um hospital da cidade de Yopal, para onde foi levado após ser ferido em uma operação militar, segundo um comunicado oficial.

A ação das Forças Especiais foi realizada no município de Água Azul, no departamento de Casanare, do qual Yopal é capital.

"Carro loco" também era apontado pelas autoridades por envolvimento em ataques contra a infraestrutura petroleira e contra uma guarnição militar no departamento de Arauca, na fronteira com a Venezuela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos