Investigação antiterrorista é aberta após encontrarem bomba artesanal em Paris

Paris, 2 Out 2017 (AFP) - A procuradoria de Paris abriu uma investigação antiterrorista após ter encontrado, no sábado de madrugada, uma bomba de fabricação caseira em um edifício de Paris, enquanto cinco pessoas foram presas, informaram nesta segunda-feira fontes próximas à investigação.

A polícia achou duas bombas de gás em um saguão de um edifício do oeste da capital francesa, e outras duas na calçada, segundo fontes que confirmaram uma informação divulgada no semanário Le Point.

Os investigadores também encontraram um celular com cabos nas extremidades, que parecia um "dispositivo de ignição", afirmaram ambas as fontes.

A seção antiterrorista da Procuradoria de Paris abriu uma investigação por "associação a criminosos terroristas", "tentativa de destruição por um meio perigoso relacionado a uma atividade terrorista" e "tentativa de assassinato em relação a um grupo terrorista".

Foi um morador que alertou a polícia após descobrir no sábado às 04h30 locais (23h30 de Brasília de sexta-feira) duas das quatro bombas, segundo uma fonte próxima à investigação. O explosivo caseiro será submetido à análise técnica.

Segundo outra fonte, quatro dos suspeitos presos continuavam detidos nesta segunda-feira à noite.

A França está em alerta máximo desde janeiro de 2015 por uma onda de atentados extremistas.

O último atentado ocorreu no domingo, quando um homem, gritando "Allahu Akbar", esfaqueou duas mulheres de 20 anos na estação de trens de Saint-Charles, em Marselha, antes de ser abatido por uma patrulha de militares. O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque.

nal-kap/fjb/bn/lr/cb/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos