Sete detidos na Venezuela por foto de mulheres dando a luz em sala de espera

Caracas, 2 Out 2017 (AFP) - Dois estudantes de medicina e cinco trabalhadores de um hospital venezuelano foram detidos nesta segunda-feira pela divulgação nas redes sociais de fotografias de mulheres dando a luz em cadeiras da sala de espera, denunciou uma ONG.

"Funcionários do CICPC -polícia científica- e do SEBIN -serviço de inteligência- chegaram ao hospital Pastor Oropeza de Barquisimeto (estado Lara, oeste) dizendo que investigavam a origem das fotografias e levaram sete pessoas", disse à AFP Andrés Colmenares, coordenador da organização Funpaz.

No fim de semana foram divulgadas nas redes sociais as fotografias das mulheres nuas em trabalho de parto nas cadeiras de metal da sala de espera do hospital.

Colmenares afirmou que os agentes dos corpos de segurança detiveram cinco trabalhadores do hospital e dois estudiantes da Universidade Lisando Alvarado de Barquisimeto na condição de "interrogados, sem qualquer tipo de ordem assinada por algum juiz ou procurador".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos