Atirador de Las Vegas era um "doente", afirma Trump

Washington, 3 Out 2017 (AFP) - O atirador que matou 59 pessoas e deixou mais de 500 feridos ao abrir fogo contra a multidão que assistia a um festival de música em Las Vegas era "um doente, um demente", afirmou nesta terça-feira o presidente americano, Donald Trump.

"Era um homem doente. Um homem demente, com muitos problemas", disse Trump aos jornalistas sobre Stephen Paddock, de 64 anos e que cometeu suicídio em seu quarto de hotel após o maior massacre da história recente dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos