EUA expulsam 15 diplomatas cubanos após misteriosos 'ataques'

Washington, 3 Out 2017 (AFP) - O governo dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira a expulsão do país de 15 diplomatas da embaixada de Cuba em Washington, como consequência dos misteriosos "ataques" acústicos contra seu pessoal em Havana.

Um funcionário do Departamento de Estado informou que a embaixada de Cuba recebeu uma lista com os nomes dos 15 funcionários que deverão deixar o país num prazo de sete dias a contar de hoje.

De acordo com denúncias, no último ano, 21 diplomatas americanos sofreram sintomas que variaram de dores de cabeça a edemas cerebrais devido a "ataques específicos" aparentemente com dispositivos acústicos ou ultrassônicos, que permanecem misteriosos.

Segundo o Departamento de Estado, os "ataques" ocorreram em residências diplomáticas e hotéis frequentados por cidadãos americanos na capital cubana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos