Justiça de Abu Dhabi confirma condenação de iraniano por espionagem

Abu Dhabi, 3 Out 2017 (AFP) - A Corte de Segurança do Estado de Abu Dhabi confirmou a condenação a 10 anos de prisão contra um iraniano por compartilhar informação e tentar exportar material material destinado ao programa nuclear do Irã, anunciou nesta terça-feira a agência oficial WAM.

O tribunal rejeitou a apelação apresentada pela defesa após a condenação de abril.

O homem, que não teve a identidade completa revelada, deverá pagar os custos do julgamento e será expulso do emirado após cumprir sua pena, de acordo com a WAM.

Ele foi condenado por ter "compartilhado informação com o Irã, importado do Reino Unido material e geradores elétricos utilizados no programa nuclear iraniano e tentado exportá-los ilegalmente para o Irã", destacou a agência.

O caso é anterior à retirada das sanções internacionais contra o Irã, decretada após o acordo de 2015 com seis potências internacionais sobre o polêmico programa nuclear de Teerã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos