Rei da Espanha acusa líderes catalães de atuarem "à margem do direito e da democracia"

Madri, 3 Out 2017 (AFP) - O rei da Espanha, Filipe VI, acusou nesta terça-feira os líderes da Catalunha de atuarem "totalmente à margem do direito e da democracia", dois dias após a realização do referendo de autodeterminação da região proibido pela Justiça espanhola.

"Com suas decisões, violaram de forma sistemática as normas aprovadas legal e legitimamente, demostrando uma deslealdade inadmissível em relação aos poderes do Estado", declarou em um discurso televisionado.

"Com uma conduta irresponsável, podem ter colocado em perigo a estabilidade da Catalunha e de toda a Europa", ressaltou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos