Ataque no Níger mata militares americanos

Niamei, 5 Out 2017 (AFP) - Uma emboscada "supostamente terrorista" contra uma patrulha no sudoeste do Níger matou nesta quarta-feira militares americanos e soldados do país, revelou à AFP uma fonte regional de segurança.

Segundo a informação, parcialmente confirmada pelo comando americano para a África (Africom), ao menos três militares americanos e vários soldados do Níger morreram no ataque.

A fonte declarou que o ataque ocorreu na "zona de Tillabéri", mas não precisou o número de mortos ou as circunstâncias da emboscada.

"Homens fortemente armados vindos do Mali emboscaram uma patrulha formada por soldados do Níger e militares americanos, certamente instrutores", declarou o oficial a partir de Tillabéri.

Segundo a Radio France Internationale (RFI), a emboscada ocorreu após um ataque de homens procedentes do Mali contra a cidade de Tongo Tongo, na região de Norte-Tillabéri.

A patrulha perseguia os agressores quando caiu na emboscada.

O jornal The New York Times, que cita fontes anônimas, confirmou que três militares americanos morreram no ataque e outros dois ficaram feridos.

A porta-voz da Casa Branca Sarah Sanders declarou que o presidente americano, Donald Trump, já foi informado sobre o incidente no Níger.

Esta é a primeira vez que se tem notícias da presença de soldados americanos no Níger, um país cada vez mais instável devido à presença de grupos jihadistas, que atacam posições do Exército e também campos de refugiados.

Em meados de setembro, Niamey prorrogou o estado de emergência em vigor desde março nesta zona "diante da persistente ameaça de grupos terroristas".

bh-sf/plh

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos