Leopardo é capturado em fábrica indiana após 36 horas de buscas

Nova Délhi, 6 Out 2017 (AFP) - Um leopardo que andava solto na maior fábrica automobilística da Índia foi capturado e sedado nesta sexta-feira após buscas que duraram 36 horas e envolveram 200 policiais e agentes florestais.

O felino foi avistado por guardas da fábrica Maruti Suzuki da cidade de Manesar (38 km de Nova Deli) através das câmeras de vigilância da empresa.

Os trabalhadores da fábrica foram evacuados. Quase um milhão de veículos são produzidos por ano no local, e a polícia organizou uma importante operação para capturar o animal, utilizado cabras vivas e carne para atraí-lo.

"A equipe de guardas florestais conseguiu sedar o leopardo no final da tarde", disse Ashok Bakshi, comissário adjunto da polícia de Manesar.

"Eles retiraram o animal da fábrica e depois de exames médicos ele será libertado", explicou à AFP, afirmando que a área estava "segura".

O ministro do Meio Ambiente da Índia afirmou em agosto que 1.144 pessoas morreram em ataques de animais selvagens entre abril de 2014 e maio de 2017, mais de uma por dia em média.

Estima-se que existam entre 12.000 e 14.000 leopardos na Índia, onde são muitas vezes mortos quando entram nas cidades, vítimas do desmatamento de seus habitats e expansão urbana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos