Incêndio mata dez pessoas em região vinícola da Califórnia

Napa, Estados Unidos, 10 Out 2017 (AFP) - Pelo menos 10 mortos, 20.000 evacuados e 2.000 imóveis destruídos: este é o saldo desta segunda-feira de fortes incêndios na região vinícola da Califórnia, declarada em estado de emergência.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, decretou o estado de emergência para oito condados e pediu ao presidente Donald Trump que declare estado de "desastre maior".

Um fotógrafo da AFP viu casas inteiras, vinícolas e depósitos em Napa serem tragados pelas chamas, que deixaram uma espessa cortina de fumaça e cinzas.

O decreto ordena a todas as agências do estado e à Guarda Nacional que colaborem no combate dos 18 grandes incêndios.

Na carta a Trump, o governador explicou que os incêndios "crescem rápido e sem controle", se "expandem de maneira errática" arrasando por enquanto 32.000 hectares e 2.000 casas "catastroficamente destruídas".

"Achamos que a destruição aumentará, impactando tanto residências como infraestrutura pública", diz a mensagem. "Determinei que este incidente é de tal gravidade que a resposta efetiva vai além das capacidades do estado e dos governos locais afetados e a assistência federal é necessária".

Trump ainda não se pronunciou.

No condado de Mendocino, uma pessoa morreu e duas ficaram gravemente feridas diante do avanço das chamas.

Sete pessoas também morreram em Sonoma, o maior produtor de vinho da Califórnia, vizinho de Napa.

"A delegacia do xerife confirma sete mortes vinculadas ao incêndio em Sonoma. Nossas condolências a seus amigos e familiares", escreveu no Twitter.

Outras duas pessoas morreram em Napa, informou o organismo de controle de incêndios do estado, Cal Fire e outra em Mendocino, onde o porta-voz do xerife, capitão Gregory Van Patten, disse ao canal CBS que antecipavam "múltiplas vítimas" fatais.

Nenhum incêndio foi contido até agora. "Quase todo o nosso esforço na noite passada e esta manhã foi dedicado a evacuar e a mobilizar cidadãos nas zonas de risco", disse Ken Pimlott.

Outro incêndio começou na manhã desta segunda-feira, nas colinas de Anaheim, e já atingiu 800 hectares: 500 bombeiros -com possibilidade de aumentar para 1.000 na terça-feira- locais combatem este foco com apoio aéreo e um se feriu nesta missão.

- "Meu bairro em chamas" -"Este é meu bairro, e está completamente em chamas", diz Alyssa O'Gorman em um vídeo publicado no Twitter e reproduzido pelas redes de TV dos EUA.

Muitas pessoas utilizaram as redes sociais para mostrar o estado de destruição e também avisar que estavam a salvo.

Jesús Torres revelou à CBS que teve tempo apenas para pegar algumas coisas e fugir.

"O céu ficou vermelho. Soubemos do incêndio em cima da hora, havia fumaça por todos os lados".

"Será preciso recomeçar do zero", disse à NBC Dreama Goldberg, grávida de oito meses, cuja casa foi totalmente destruída.

Jogadores e autoridades do tour de golfe da PGA foram obrigados a abandonar o Silverado Resort pouco tempo depois de Brendan Steele ganhar seu segundo título do Open de Safeway

O hotel Hilton em Santa Rosa - no condado de Sonoma - foi seriamente atingido e imagens na TV mostraram parte do prédio desmoronando.

O Hilton informou no Facebook que "funcionários e hóspedes conseguiram sair sem problemas, mas que não há previsão" para o retorno das atividades. "Acredita-se que o hotel sofreu um dano significativo e não sabemos quando voltará a abrir".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos