Justiça belga indicia novo suspeito de atentados de Bruxelas (Procuradoria)

Bruxelas, 11 Out 2017 (AFP) - A Justiça belga indiciou um novo suspeito como parte da investigação dos atentados de 22 de março de 2016 em Bruxelas por envolvimento em "atividades de grupos terroristas", anunciou, nesta quarta-feira (11), a Procuradoria Federal.

"Os juízes de instrução (...) emitiram um mandado de prisão [na terça-feira] contra Brahim T., nascido em 2 de abril de 1978 e de nacionalidade belga", indica o comunicado do órgão.

Os magistrados acusam-no de "participar das atividades de um grupo terrorista, assassinato em um contexto terrorista, tentativas de assassinato em um contexto terrorista, como autor, co-autor ou cúmplice", acrescenta a fonte sem especificar seu papel.

No dia 22 de março, 32 pessoas foram mortas em um duplo ataque com bombas no metrô e no aeroporto de Bruxelas, perpetrado pela mesma célula que meses antes matou 130 pessoas em Paris.

O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou ambos os ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos