Nova denúncia de estupro contra capacetes azuis na República Centro-Africana

Nações Unidas, Estados Unidos, 11 Out 2017 (AFP) - Efetivos da missão da ONU na República Centro-africana foram acusados de abusos sexuais contra uma adolescente, informou a Organização das Nações Unidas nesta quarta-feira sobre a última de uma série de denúncias.

A menor foi levada a um hospital depois de ter sido agredida em 30 de setembro em um povoado do sur, Bambari, disse o porta-voz Stephane Dujarric.

A ONU disse que a menina tem 16 anos, mas a Anistia International, que a entrevistou, informou que ela tem 19.

As denúncias acontecem enquanto o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, prepara uma reunião com as vítimas de abusos sexuais dos capacetes azuis em sua visita à República Centro-Africana no final deste mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos