Rohingyas tentam cruzar a nado o rio entre Mianmar e Bangladesh

Cox's Bazar, Bangladesh, 11 Out 2017 (AFP) - A Guarda Costeira de Bangladesh interceptou nesta quarta-feira (11) um grupo de rohingyas que tentava atravessar a nado o rio Naf, uma fronteira natural com Mianmar.

"Eles decidiram cruzar a nado os dois quilômetros do estuário do Naf. E a Guarda Costeira os resgatou perto de Shah Porir Dwip", explicou à AFP Abdul Jalil, chefe da Guarda Costeira.

Os 11 rohingyas explicaram que pretendiam alugar barcos para transportar centenas de membros da minoria muçulmana, incluindo familiares e amigos, que estão reunidos nas margens do rio Naf, no lado birmanês da fronteira, acrescentou.

Mais de meio milhão de muçulmanos rohingyas chegaram desde o final de agosto em Bangladesh, um dos países mais pobres do Sudeste Asiático, para fugir do que a ONU considera uma limpeza étnica em Mianmar.

Depois de alguns dias de calma, o êxodo aumentou novamente esta semana com milhares de recém-chegados em Bangladesh.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) espera "um aumento no número de refugiados nos próximos dias".

Em Mianmar, numerosos rohingyas continuavam a chegar na costa na esperança de embarcar para Bangladesh, apesar dos riscos envolvidos em uma travessia perigosa nesta estação chuvosa.

Pelo menos 160 rohingyas morreram desde o final de agosto em naufrágios, o último deles no domingo à noite.

sa-dth/jhd/gm.zm/mr'

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos