Estádio do Amiens apresentava anomalias, diz procuradoria

Lille, França, 13 Out 2017 (AFP) - A grade do estádio Licorne, em Amiens, que cedeu à pressão dos torcedores do Lille no dia 30 de setembro provocando 29 feridos, apresentava "anomalias de fixação", segundo revelou especialista enviado pela procuradoria.

"As primeiras constatações efetuadas pelo especialista mostram anomalias nas modalidades de fixação da grade metálica degradada, assim como as grades idênticas instaladas no estádio", informou o fiscal Alexandre De Bosschère nesta sexta-feira.

O fiscal acrescentou que abriu informação judicial para "investigar as eventuais responsabilidades".

"São anomalias e não defeitos. Tomamos nota, lembrando que temos o estádio alugado", indicou o vice-presidente do Amiens, Luigi Mulazzi.

A Liga de Futebol Profissional Francês (LFP) anunciou na quinta-feira que o jogo entre Amiens e Bordeaux do dia 21 de outubro vai ser jogado em Havre.

"Lamento porque acho que poderia ser jogado aqui (em Amiens)", declarou o presidente Bernard Joannin em coletiva de imprensa na quinta.

"A investigação sobre as vítimas e os depoimentos segue em curso. O número de vítimas após a investigação aumenta para 43", indicou a procuradoria. O número de feridos aumenta para 29, com cinco em estado grave.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos