Mattis se reúne com McCain sobre morte de militares no Níger

Washington, 21 Out 2017 (AFP) - O secretário americano de Defesa, Jim Mattis, visitou o Congresso nesta sexta-feira para garantir ao senador John McCain que as linhas de comunicação estão abertas, em meio aos pedidos ao Pentágono para que revele mais informações sobre a emboscada no Níger que matou quatro militares americanos.

A tensão entre o governo de Donald Trump e os legisladores cresceu nas últimas semanas diante da frustração dos últimos pela falta de transparência em relação ao confronto que matou os soldados americanos.

McCain, que preside o comitê das Forças Armadas do Senado, pediu reiteradamente ao Pentágono detalhes sobre a emboscada, e por que motivo o corpo de um soldado não foi evacuado de imediato.

"Senti que não estávamos recebendo suficiente informação e agora estamos esclarecendo muita coisa", declarou McCain aos jornalistas ao lado de Mattis no Senado.

"Sempre podemos melhorar a comunicação, e é exatamente o que faremos", disse Mattis.

O encontro ocorre após questões levantadas pela imprensa sobre o que oconteceu na emboscada de 4 de outubro, e de críticas sobre a atuação de Trump.

O Pentágono iniciou uma investigação sobre a emboscada, supostamente perpetrada por jihadistas, que além dos quatro militares americanos mataram quatro soldados do Níger.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos