O grupo Estado Islâmico perde nova cidade na Síria

Damasco, 21 Out 2017 (AFP) - As forças do regime sírio expulsaram neste sábado (21) o grupo Estado Islâmico (EI) de uma cidade na província de Homs, segundo a agência de notícias Sana.

A organização extremista sunita tinha tomado Al Qariatain em 2015, situada no deserto sírio, cidade essa que foi durante muito tempo um símbolo da coexistência entre muçulmanos e cristãos no país em guerra.

"Unidades do exército sírio, em colaboração com as forças aliadas restabeleceram a segurança e a estabilidade na cidade de Al Qariatain, após eliminar os terroristas" do EI, informou a Sana.

A vitória do regime foi possível "após a saída à noite de mais de 200 combatentes do EI em direção a Badiya", no grande deserto localizado no centro do território sírio, disse à AFP o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahman.

O grupo extremista, alvo de várias ofensivas simultâneas, sofre há meses derrotas na Síria e no Iraque.

O EI acaba de ser expulso por uma aliança curdo-árabe da cidade síria de Raqa, considerada pelo grupo como sendo a sua capital, e nos últimos meses perdeu grande parte do território do seu "califado", proclamado nas regiões conquistadas em 2014, entre a Síria e o Iraque.

Na Síria, o grupo continua controlando as áreas de Badiya, nas províncias orientais de Homs e Deir Ezzor, cenários de ofensivas do regime. O EI também está presente no campo de refugiados palestinos de Yarmuk, no sul de Damasco.

rim-tgg/tp/gm/me/bn/

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos