EUA permitem a volta de seus diplomatas à Venezuela

Washington, 24 Out 2017 (AFP) - Os Estados Unidos autorizaram a volta à Venezuela de seus funcionários da embaixadas em Caracas, depois que há três meses o departamento de Estado ordenou que deixassem o país latino-americano em função dos protestos contra o governo de Nicolás Maduro.

No entanto, o governo de Donald Trump reiterou que a "situação política e de segurança na Venezuela é imprevista e pode mudar rapidamente", e que, por isso, todo o pessoal direto e seus parentes designados à embaixada têm o deslocamento restrito, com rígidos requisitos de segurança.

Entre abril e julho de 2017, as manifestações diárias para exigir a saída de Maduro, violentamente reprimidas pelas forças de ordem, deixaram 125 mortos e centenas de feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos