Grupo nada em armadilha de crocodilos na Austrália

Sydney, 24 Out 2017 (AFP) - Um grupo de homens foi gravado nadando em uma armadilha de crocodilos na Austrália, na mesma zona onde uma mulher foi morta por um destes répteis, o que causou revolta no país nesta terça-feira.

A polêmica surgiu após circular no Facebook fotos de quatro homens subindo na armadilha flutuante na região de Port Douglas, no estado de Queensland.

Imagens também mostram o grupo posando dentro da armadilha.

A exibição ocorreu na mesma zona onde Anne Cameron, uma mulher que sofria de demência, foi engolida por um crocodilo de 4,3 metros, há menos de duas semanas.

A prefeita de Port Douglas, Julia Leu, se disse "absolutamente surpresa com este comportamento estúpido e perigoso". "Me pergunto se estes caras estão concorrendo ao prêmio de idiotas do ano ou do século".

O ministro regional de Queensland, Steven Miles, também citou o incidente no Twitter: "Colocamos carne nestas armadilhas, para os crocodilos, não se pode pensar em nadar ali. Isto é estúpido e ilegal".

No norte da Austrália, os crocodilos de água salgada são parte da paisagem. Estes animais, que podem atingir até sete metros e pesar uma tonelada, matam duas pessoas a cada ano.

mp/grk/lr

Facebook

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos