PUBLICIDADE
Topo

Nicarágua: 8.000 afetados e alerta vermelho por chuvas

26/10/2017 19h14

Teustepe, Nicaragua, 26 Out 2017 (AFP) - Cerca de 8.000 pessoas foram afetadas pelas intensas chuvas que atingem grande parte da Nicarágua, causando o transbordamento de rios e danos em estradas e pontes, informou nesta quinta-feira (26) o governo, que decretou alerta vermelho em várias zonas do país.

As autoridades deram conta de casas inundadas, estradas e pontes danificadas e cortes de energia em vários departamentos.

O alerta vermelho foi declarado nas comunidades de Teustepe e San Lorenzo (Boaco), Tipitapa (Manágua) e Malacatoya (Granada), as mais afetadas pelo temporal, onde milhares de pessoas foram evacuadas para lugares seguros, segundo o Sistema Nacional de Prevenção e Atenção a Desastres (SINAPRED).

A emergência também alcançava comunidades no sul do Caribe, onde se registram inundações e cortes de energia em povoados próximos a rios, que abundam na zona.

"Estamos atendendo esta emergência (...) que nos obriga a estar vigilantes, alertas e com presença direta com as famílias", informou a vice-presidente, Rosario Murillo.

Ela advertiu que a represa Las Canoas, 70 km ao leste de Manágua, está perto de atingir "níveis de alto risco" para as comunidades ao seu redor se as chuvas persistirem.

O país se encontra sob a influência de dois sistemas de baixa pressão no Caribe e no Pacífico e uma frente fria. O prognóstico meteorológico é de que as chuvas continuarão de moderadas a fortes até sábado.

O governo começou a atender os afetados que perderam seus pertences com a entrega de víveres, mantas, sopas, e se restabelecia o acesso a algumas comunidades com passagens provisórias.

As aulas foram suspensas em algumas comunidades dos departamentos de León, Chontales, Boaco, Matagalpa, em Tipitapa (Manágua) pela cheia dos rios, informou Murillo.

A recente passagem da tempestade Nate e um sistema de baixa pressão no Pacífico deixou um saldo de 15 mortos na Nicarágua.

jr-io/mas/dg/db