Primeiro-ministro iraquiano exige anulação do referendo curdo

Bagdá, 26 Out 2017 (AFP) - O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, afirmou nesta quinta-feira que aceita apenas a "anulação do referendo" de independência curdo, em resposta à proposta do governo do Curdistão de "congelar os resultados" da consulta polêmica.

"Aceitaremos apenas a anulação do referendo e o respeito da Constituição", afirma Abadi em um comunicado divulgado pelo governo de Bagdá.

O Curdistão iraquiano propôs "congelar os resultados" do referendo de independência, organizado no mês passado, que provocou uma forte crise com o governo central.

Nas últimas horas, as autoridades de Defesa do governo da região autônoma curda anunciaram uma ofensiva iraquiana contra os combatentes curdos (os peshmergas) no norte do Iraque, perto da fronteira com a Turquia.

sk-ak/sbh/tp/erl/es/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos