Puigdemont: suspender autogoverno criará uma situação "mais grave" na Catalunha

Madri, 26 Out 2017 (AFP) - O presidente catalão, Carles Puigdemont, advertiu nesta quinta-feira que a suspensão da autonomia da Catalunha criará na região uma situação "ainda mais grave", em um documento enviado ao Senado espanhol, que deve aprovar a intervenção na sexta-feira.

"Para resolver o que o Governo de Estado qualificou de grave situação extraordinária será criada uma ainda mais grave situação extraordinária, ao arrebatar da Catalunha sua autonomia política", afirma o independentista Puigdemont em suas alegações ao Senado, nas quais assegura que tal medida seria contrária à Constituição espanhola.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos