Começa sessão do Senado espanhol que aprovará a intervenção na Catalunha

Madri, 27 Out 2017 (AFP) - A sessão plenária do Senado espanhol destinada a aprovar a intervenção da autonomia catalã começou nesta sexta-feira em Madri pouco depois das 10H00 (6H00 de Brasília).

"Vim a esta câmara para pedir seu apoio", declarou o primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy, em referência a sua proposta de intervenção das muitas competências do autogoverno catalão para frear sua espiral independentista.

O Partido Popular (PP, conservador) de Rajoy tem a maioria absoluta no Senado. Além disso, o governo conta, a princípio, com o apoio do opositor Partido Socialista (PSOE) e do liberal 'Ciudadanos'.

"Estamos diante de uma violação flagrante das leis e, portanto, da democracia e dos direitos de todos, e tudo isto, senhoras e senhores, tem consequências" advertiu Rajoy.

O Senado deve aprovar a aplicação do artigo 155 da Constituição espanhola, nunca utilizado na prática, que permite suspender a autonomia de uma região em interesse da unidade ou do bem-estar do conjunto do país.

De modo paralelo, a maioria independentista no parlamento regional catalão está a um passo de aprovar a independência, em uma sessão extraordinária nesta sexta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos