Ex-chefe de campanha de Trump alega inocência em audiência judicial

Washington, 30 Out 2017 (AFP) - Paul Manafort, ex-diretor de campanha do presidente Donald Trump se declarou inocente das acusações de conspiração e lavagem de dinheiro após a revelação das primeiras acusações no âmbito da investigação sobre a interferência russa na corrida presidencial de 2016.

Manafort, de 68 anos, e seu sócio, Rick Gates, de 45, se declararam não culpados a uma corte de Washington, após terem sido acusados de ocultar milhões de dólares recebidos por trabalhar para o político ucraniano Viktor Yanukovych e seu partido pró-russo.

cyj-seb-pmh/wat/ja/yow/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos