Acusado de assédio sexual, ministro da Defesa britânico pede demissão

Londres, 1 Nov 2017 (AFP) - O ministro da Defesa britânico, Michael Fallon, acusado de assédio sexual, pediu demissão nesta quarta-feira (1), informou um porta-voz do ministério à AFP.

Fallon é acusado de ter colocado a mão no joelho de uma jornalista durante um jantar no congresso do partido conservador em 2002. Michael Fallon declarou à BBC que seu comportamento no passado "talvez não tenha estado à altura".

"Nos últimos dias vieram à tona uma série de acusações sobre parlamentares, incluindo algumas sobre a minha conduta no passado. Muitas delas são falsas, mas reconheço que no passado talvez não tenha estado à altura dos altos padrões requisitados das Forças Armadas que tenho a honra de representar", escreveu Fallon em sua carta de renúncia.

"Refleti sobre a minha posição e como consequência peço demissão do meu cargo de ministro da Defesa", declarou Fallon no documento, destinado a primeira-ministra britânica Theresa May.

May respondeu em uma carta agradecendo a ele por sua "longa e impressionante carreira ministerial" e reconheceu "o exemplo que deseja dar" com a sua decisão.

"Meu Deus. Sir Michael Fallon acaba de pedir demissão do Ministério de Defesa", tuitou a jornalista responsável pela acusação, Julia Hartley-Brewer, ressaltando: "Ainda que duvide que a razão seja o meu joelho".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos