CIA revela vasto arquivo sobre Bin Laden apreendido em complexo

Washington, 1 Nov 2017 (AFP) - A Agência Central de Inteligência (CIA, em inglês) revelou nesta quarta-feira (1) um vasto arquivo de documentos e vídeos apreendidos em 2011 na invasão americana a um complexo paquistanês em que matou o líder da Al-Qaeda Osama bin Laden.

Investigadores de um "think tank" de Washington que tiveram acesso prioritário ao novo dossiê desclassificado disseram que inclui o vídeo de casamento do filho de Bin Laden e diários deixados pelo militante saudita.

"A revelação de hoje dá a oportunidade ao povo americano de obter mais informações sobre os planos e trabalhos dessa organização terrorista", afirmou o diretor da CIA, Mike Pompeo.

A CIA disponibilizou on-line 470.000 arquivos adicionais apreendidos em maio de 2011 quando os SEALs (força de elite da Marinha americana) invadiram o complexo em Abbottabad e mataram o líder da rede extremista global Al-Qaeda.

De acordo com Thomas Joscelyn e Bill Roggio, acadêmicos da Fundação pela Defesa da Democracia que tiveram a permissão para estudar os arquivos antes de serem tornados públicos, isso fornece novas informações.

"Esses documentos ajudarão a preencher alguns espaços em branco que ainda temos sobre a liderança da Al-Qaeda", disse Roggio.

A inclusão do vídeo de casamento de Hamza Bin Laden, por exemplo, mostra ao mundo a primeira imagem do filho favorito de Bin Laden como adulto, em uma gravação aparentemente feita no Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos