Procuradoria de Nova York denuncia autor de atentado por terrorismo

Nova York, 1 Nov 2017 (AFP) - A procuradoria federal de Nova York anunciou nesta quarta-feira que denunciará por terrorismo o uzbeque Sayfullo Saipov, autor do atentado que na véspera deixou oito mortos e doze feridos em Manhattan.

Os procuradores divulgaram um documento no qual denunciam Saipov por apoio material e de recursos à organização estrangeira terrorista e por violência e destruição com veículo.

O procurador interino de Manhattan, Joon Kim, formalizará a denúncia às 17H45 local (19H45 Brasília).

A acusação é baseada no depoimento que Saipov prestou às autoridades no hospital, onde está após ser baleado na terça-feira logo após cometer o atentado.

Inspirado em vídeos difundidos pelo grupo Estado Islâmico (EI), Saipov reconheceu que planejou o atentado "há cerca de um ano", antes de decidir, há dois meses, que utilizaria uma grande caminhonete para "causar o máximo de vítimas", segundo a procuradoria.

Saipov também revelou ter alugado uma caminhonete, no dia 22 de outubro, para treinar e escolheu o dia do Halloween "para ter certeza de que haveria muita gente nas ruas".

Após atropelar cerca de 20 pedestres e ciclistas, Saipov gritou "Alá é grande" em árabe.

Finalmente, bateu contra um ônibus escolar, o que o impediu de seguir atropelando pedestres até a ponte do Brooklyn, precisou a procuradoria.

Saipov reconheceu ainda ser o autor das notas em árabe que mencionam o grupo Estado Islâmico e foram encontradas próximas a caminhonete utilizada no ataque.

Saipov pediu para colocar a bandeira negra do Estado Islâmico em seu quarto do hospital e se disse "satisfeito com o que fez", segundo a promotoria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos