Presidente chinês envia mensagem incomum ao líder norte-coreano

Pequim, 2 Nov 2017 (AFP) - O presidente da China, Xi Jinping, enviou "por cortesia" uma mensagem incomum ao líder da Coreia do Norte Norte, Kim Jong-Un, confirmou o ministério chinês das Relações Exteriores,

A agência oficial norte-coreana KCNA havia informado sobre a mensagem, a primeira em mais de um ano.

A nota pode ser um sinal de relações melhores entre os dois vizinhos, após uma crise provocada pelas ambições nucleares de Pyongyang. O governo de Pequim é o grande aliado da Coreia do Norte e seu principal apoio econômico.

A mensagem de Xi, com data de quarta-feira, responde às felicitações enviadas por Kim no fim de outubro por sua reeleição como secretário-geral do Partido Comunista da China (PCCh).

"Desejo que nesta nova situação a parte chinesa faça esforços com a parte norte-coreana para promover as relações entre os dois partidos e os dois países com o objetivo de uma solidez duradoura e um desenvolvimento estável", afirma Xi na mensagem, na qual se dirige a Kim como "camarada presidente", sempre de acordo com a agência estatal norte-coreana.

Em sua mensagem, o líder norte-coreano enviou "sinceras felicitações" ao presidente chinês e expressou a esperança de que as relações se desenvolvam no "interesse das populações dos dois países".

A mensagem anterior de Xi Jinping mencionada pela KCNA foi enviada em julho de 2016.

Trata-s de uma das muitas mensagens de felicitações recebidas pelo presidente chinês após o congresso do Partido Comunista, informou em Pequim o porta-voz da chancelaria chinesa, Hua Chunying.

Xi respondeu "por cortesia", explicou Hua.

De acordo com os analistas, este tipo de troca de mensagens entre os dois governantes atuais é algo excepcional. Há vários anos, Pequim e Pyongyang enviam felicitações apenas em datas chaves.

Para o professor Yang Moo-Jin, da Universidade de Estudos Norte-Coreanos de Seul, a recente troca de mensagens mostra que existe uma vontade das duas partes de melhorar as relações.

"O fato de ter acontecido uma troca rápida de cartas e o anúncio têm um significado simbólico", disse à AFP.

"Se as mensagens fossem mais íntimas, poderíamos esperar uma distensão mais rápida. Mas no momento mostram que as duas partes concordam sobre a necessidade de melhorar as relações", completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos