Presidente islandês encarrega líder do Esquerda-Verdes a formar governo

Reykjavik, 2 Nov 2017 (AFP) - O presidente da República da Islândia, Gudni Johannesson, pediu nesta quinta-feira (2) a Katrin Jakobsdottir, do Movimento Esquerda-Verdes, para formar um governo após as eleições legislativas de 28 de outubro, um processo incerto que pode durar semanas.

"Foi encarregado formalmente de tentar formar um governo", informou em coletiva de imprensa, após se reunir com o presidente.

A decisão foi uma surpresa, já que o encarregado de formar o novo Executivo costuma ser o líder do partido vencedor nas legislativas.

Portanto, deveria ser o líder das fileiras do Partido da Independência (conservador), que ganhou as eleições com 25,2% dos votos e obteve 16 assentos, à frente do Movimento Esquerda-Verdes (16,9% e 11 assentos).

"A possibilidade de formar um governo não é uma recompensa depois de um êxito eleitoral", afirmou o presidente, após sua entrevista com Jakobsdottir.

Horas antes, dirigentes dos quatro partidos candidatos a formar um governo de coalizão se reuniram: o Movimento Esquerda-Verdes, a Aliança (social-democratas), o Partido Pirata e o Partido do Progresso (centro-direita).

str-hdy/gm/pc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos