Puigdemont exige 'libertação' de membros presos de seu governo

Madri, 2 Nov 2017 (AFP) - O presidente catalão destituído, Carles Puigdemont, exigiu em uma mensagem transmitida pela televisão a libertação dos oito membros de seu governo, colocados em prisão provisória nesta quinta-feira (2) na Espanha, suspeitos de sedição e rebelião por seu papel na aposta separatista catalã.

"Como presidente legítimo da Catalunha, exijo a libertação dos conselheiros e do vice-presidente" Oriol Junqueras e "o fim da repressão política", ressaltou Puigdemont em vídeo transmitido pela TV pública catalã TV3, segundo a qual o presidente destituído falava da Bélgica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos