Puigdemont e quatro membros de seu governo se entregam à polícia belga

Bruxelas, 5 Nov 2017 (AFP) - O presidente catalão destituído Carles Puigdemont e os quatro integrantes de seu governo que eram alvos de ordens europeias de busca e captura se entregaram neste domingo à polícia da Bélgica, anunciou a Procuradoria em Bruxelas.

"Um juiz de instrução tomará o depoimento das cinco pessoas durante a tarde", afirmou o porta-voz da Procuradoria Federal, Gilles Dejemeppe.

"Apenas o advogado, o intérprete e a pessoa envolvida estarão presentes", explicou.

A decisão do juiz de instrução, que deve determinar se eles permanecem detidos ou são liberados com condições ou sob fiança, é aguardada para a noite.

Puigdemont e seus quatro conselheiros "foram privados da liberdade às 9H17 (6H17 de Brasília)", indicou o porta-voz.

"Estávamos em contato regular com os advogados das cinco pessoas e agendamos um encontro na delegacia da Polícia Federal", disse Dejemeppe.

A juíza Carmen Lamela da Audiência Nacional espanhola emitiu na sexta-feira à noite ordens europeias de busca e captura contra os cinco membros do governo catalão destituído, investigados na Espanha por "rebelião, sedição e desvio de fundos", depois da declaração de independência pelo Parlamento catalão em 27 de outubro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos