Atirador do Texas aparentemente cometeu suicídio

Sutherland Springs, Estados Unidos, 6 Nov 2017 (AFP) - O atirador que matou 26 pessoas em uma pequena igreja de uma cidade do Texas no domingo aparentemente cometeu suicídio enquanto era perseguido, informou nesta segunda-feira o xerife Joe Tackitt à cadeia CBS.

Devin Patrick Kelley era perseguido por dois homens em uma caminhonete quando seu carro bateu na beira da estrada e o xerife acredita que foi nesse momento que o indivíduo se suicidou com uma arma de fogo.

Kelley era então perseguido por um cidadão armado que o viu sair da igreja depois do tiroteio e que parou um caminhão e pediu ajuda ao motorista. "Preciso de ajuda, aquele homem atirou na igreja. Vamos segui-lo", contou Tackitt.

No domingo às 11h20 locais, o jovem, vestido totalmente com roupas pretas, abriu fogo em frente à igreja antes de entrar no recinto e seguir atirando.

A Força Aérea informou que Kelley serviu em uma base no Novo México desde 2010, antes de ser julgado por uma corte marcial em 2012 por agredir sua esposa e filho.

Sentenciado a 12 meses de prisão, sofreu uma baixa desonrosa por má conduta.

vog/kal/lda/fj /cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos