Clube masculino londrino aceita primeira mulher trans como membro

Londres, 6 Nov 2017 (AFP) - Um seleto clube masculino de Londres permitiu que um membro que trocou de sexo continuasse afiliado ao grupo, segundo um dos participantes ao jornal britânico Daily Telegraph.

O comitê de direção do Savile Club decidiu que o homem de 30 anos, casado e pai de dois filhos, continuasse membro da clube após o processo de mudança de sexo, informou Jerry Hayes, ex-deputado e membro do Savile, ao jornal.

"Não se torna membro do clube como mulher, ele entrou como homem. Seria injusto que este cara super simpático fosse expulso só porque se converteu em mulher", comentou Hayes.

No entanto, o clube não estuda mudar as regras para aceitar mulheres. "Não cria um precedente, já que aderiu quando era homem", indicou Hayes esclarecendo que a decisão foi unânime.

O Savile Club foi fundado por um grupo de artistas em 1868, no bairro de Mayfair. Entre os criadores estavam os escritores Rudyard Kipling, HG. Wells e Evelyn Waugh, com John Le Carré como um dos participantes atuais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos