Fundo Colony não comprará estúdio Weinstein

Nova York, 7 Nov 2017 (AFP) - O fundo de investimento Colony Capital não quer comprar a The Weinstein Company (TWC), que sofre dificuldades financeiras após acusações de estupros e abusos sexuais contra seu cofundador Harvey Weinstein, disseram nesta terça-feira (7) à AFP fontes próximas ao caso.

"Colony não está envolvido (em negociações com a TWC) e não está interessado", disse uma dessas fontes sob anonimato, enquanto outra concordou que a empresa já não estava interessada.

Pouco antes, a outra fonte próxima ao assunto tinha declarado à AFP que o Colony Capital não havia entregue o dinheiro que tinha se comprometido a dar à produtora para permitir estabilizar suas operações atuais e evitar a quebra.

"O investimento não foi feito", disse a fonte sob condição de anonimato.

O Colony Capital acredita que é difícil avaliar os custos das acusações feitas contra Weinstein, que poderiam eventualmente ser cobradas da empresa, de acordo com essas fontes.

O Colony Capital e a TWC anunciaram, em meados de outubro, que tinha chegado a um acordo que estipulava um pagamento em dinheiro à produtora. Os valores previstos não foram revelados.

As duas partes também disseram que estavam negociando a compra de parte ou da totalidade dos ativos da TWC pelo Colony, fundo de investimento criado pelo bilionário americano Tom Barrack, amigo do presidente Donald Trump.

Consultada sobre a situação dessas negociações, a fonte disse não poder dar mais detalhes.

Contactado pela AFP, o fundo de capitais se recusou a comentar.

Outras empresas poderiam estar interessadas, como o Fortress Investment Group, que atualmente busca uma solução para fornecer dinheiro suficiente para os estúdios de Weinstein se manterem até janeiro, disse o The New York Times em 25 de outubro, citando fontes anônimas.

A TWC demitiu Harvey Weinstein em 8 de outubro, após uma série de acusações de assédio e abuso sexual e de estupro que ocorreram ao longo de três décadas e foram recentemente revelados pela imprensa americana.

O futuro da produtora está em suspenso, porque o escândalo comprometeu diversos projetos importantes.

lo/jld/ll

TIME WARNER CABLE

FORTRESS INVESTMENT GROUP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos